quinta-feira, setembro 16, 2021

Cansa ir devagar

Cansa ir devagar. A gente pensa demais, pesa demais, considera demais. As melhores decisões que já tomei na vida foram no impulso, num rompante de assertividade. Porque ponderar é importante, mas sentir no peito a decisão certa, é poderoso. Só que agora os planos ficam resguardados nas tantas caixas do futuro, abstratos, disformes, ansiosos. Planos velados, mas sedentos por consumação. É curioso: se pego um cardápio na mão, me demoro a escolher o que apraz. Nas pequenices, me perco, me enrolo. No que é determinante, porém, me encorajo. Porque a gente sente o peso da importância, e fica fácil de enxergar.
.
Não vejo a hora de tomar as pequenas e as grandes decisões novamente. De me afogar num mar de possibilidades. De me ver perdida em frente a uma mesa de café da manhã repleta de pequenas indulgências. Saudade até das minhas mais bobas indecisões.

Cansa ir devagar

Você pode gostar também...

Não tá tudo bem
Um ano de quarentena
Bárbara Pustai
Eu como comida fria e tiro umas fotos por aí! Vem comigo?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui