• Bowl

    Adocica: Bowl crocante com mousse de chocolate branco

  • Slider 2

    ADOCICA: BROWNIE DE STIKADINHO NO POTE

  • Slider

    Doces do Mundo: Churros

  • Slider

    DOCES DO MUNDO: DONUTS

O livro Memorial Historique de la Patisserie, publicado em 1890 por Pierre Lacam, é recheado de histórias gordinhas – e a criação do Financier está entre elas. Segundo o autor, o bolinho foi criado por um padeiro chamado Lasne, cuja loja ficava próxima ao centro financeiro de Paris. Com um olho no forno e o outro no bolso, resolveu nomear a sua obra prima em homenagem aos financistas – ou financiers, en français - que frequentavam seu estabelecimento. Garoto esperto. Mas calma, a inspiração não parou por aí: pra mimar ainda mais os clientes preferidos, passou a assar os bolos em uma forma retangular, cujo formato lembra um tijolo barras de ouro. Lasne, se ainda estivesse vivo, seria publicitário e usaria óculos retangulares.

- Tá, mas o que raios é um financier?

A princípio, parece um simples bolinho, daqueles perfeitos para acompanhar o café da tarde enquanto folheia, despretensiosamente, uma revista qualquer. Que grande injustiça! A textura é densa, encorpada; o sabor é amanteigado, rico; o aroma é intenso, acentuado – e o sorriso no rosto é garantido. Ele é tão versátil quanto um bolo deve ser: pode levar frutas frescas, compotas, geleias, especiarias, cremes – enfim, o que estiver dando sopa na despensa. A farinha de amêndoa, ingrediente-chave da receita, confere o toque especial – e o manda direto para o hall dos doces celebridades, aguardando, entre macarons e crème brûlées, a mordida fatal.

Financier de doce de leite (um tantinho adaptado do incrível Technicolor Kitchen)

Rendimento: 12 unidades

125g de farinha de amêndoas
85g de farinha de trigo
150g de açúcar de confeiteiro
6 claras
200g de manteiga sem sal
6 colheres (sopa) de doce de leite

Primeiro, derreta a manteiga em uma panelinha, deixando ela ferver até ficar com uma coloração amendoada. Em uma tigela, peneire as duas farinhas e o açúcar de confeiteiro. Coloque as claras e uma pitadinha de sal na batedeira, e deixe batendo até espumar. Acrescente os ingredientes peneirados às claras, bata até que homogenize e adicione a manteiga morna aos pouquinhos. Quando a massa estiver fofa e linda e der vontade de comer ela assim mesmo, coloque o doce de leite.

Na foto só tem quatro porque eu comi o resto ainda não tinha colocado tudo. Incorpore o doce de leite.

Disponha a massa nas forminhas (eu usei retangulares pequenas de silicone, pra evitar a fadiga de untar) e asse no forno pré-aquecido a 190ºC. Em cerca de 15 minutos, eles já devem estar dourados e prontinhos. Para garantir, faça o teste do palito: se ele sair limpo, está na hora de tirar do forno e deixar eles descansando uns minutinhos antes de atacar. Eles são super delicados, por isso tenha cuidado na hora de desenformar. Fim.

Dicas

1. Não achou farinha de amêndoa? Não chora. É só comprar amêndoa inteira (sem casca) ou laminada e triturar;

2. Se você está achando que a farinha ficou muito pedaçuda, é só triturar novamente e peneirar, repetindo esse processo até que você desista fique com a textura desejada;

3. Faça como a Pat, do Technicolor Kitchen, e recheie eles com uma colheradinha de doce de leite antes de assar;

Fonte

The New York Times

3 Responses to Doces do Mundo: Financier de Doce de Leite

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current [email protected] *