• Bowl

    Adocica: Bowl crocante com mousse de chocolate branco

  • Slider 2

    ADOCICA: BROWNIE DE STIKADINHO NO POTE

  • Slider

    Doces do Mundo: Churros

  • Slider

    DOCES DO MUNDO: DONUTS

À primeira vista, ele parece simples: um biscoito de amêndoas, de formato alongado e de textura firme, que foge da tradicional redondeza e maciez dos cookies. Observando mais de perto, porém, quando o aroma começa a inebriar os sentidos e a mão, por conta própria, tenta alcançá-lo sobre a mesa, a conclusão é diferente da original: o biscotti não tem nada de comum. As amêndoas levemente tostadas e generosamente picadas fazem par perfeito com o Amaretto que, por sua vez, contrasta com a delicadeza da baunilha. Eles são perfeitos para acompanhar uma reconfortante xícara de chá, que pode – e deve – receber um mergulho dos biscotti, cuja textura amacia delicadamente com o líquido fumegante.

A história do biscotti não é cheia de percalços, mas abriga um fato interessante: sua primeira receita documentada pertence a um manuscrito de centenas de anos, que foi encontrado pelo erudito Amadio Baldanzi no século XVIII. Hoje, ele se encontra preservado na cidade de Prato, na Itália (nem me olhem com essa cara, eu avisei no início que não seria emocionante). Tá, mas e o que raios significa biscotti? Enganou-se o espertinho que pensou que é, simplesmente, biscoito (ou biscotto, em italiano). Do latim medieval biscoctus, quer dizer “biscoito assado duas vezes” (vai saber, né?) e, por ser pouco perecível, era muito consumido durante viagens e guerras. O bom é que, agora, você não precisa ser da legião romana para comer essa delícia: é só ir pra cozinha e arrasar.

Biscotti de Amêndoas (baseado no delicioso Technicolor Kitchen)

280g de farinha de trigo
212g de açúcar demerara
1 ¼ colheres (chá) de fermento em pó
1/8 colher (chá) de sal
3 ovos
2 colheres (sopa) de licor Frangelico ou Amaretto
1 colher (chá) de extrato de baunilha
150g de amêndoas sem casca, tostadas e picadas grosseiramente

Antes de melecar as mãos, pré-aqueça o forno a 150°C e forre uma assadeira grande com papel manteiga (ou, caso você tenha um silpat, essa é a hora de usá-lo em grande estilo). Em uma tigela grande, bata os ovos, o licor e o extrato de baunilha. Incorpore a farinha peneirada, o açúcar, o fermento e o sal e, logo em seguida, acrescente as amêndoas tostadas. Se a massa ficou espessa, grudenta e a vontade de lamber os dedos está grande, parabéns: você fez tudo certo até agora.

Transfira a massa para a assadeira/silpat, acomodando-a no formato de um cilindro achatado. Leve a forma ao forno, e esqueça da sua existência (por favor, não me entendam mal: a existência da massa, não a de vocês) por cerca de 50 minutos ou até que firme e seque. Retire do forno o que, no momento, parece um biscoitão desajeitado, e deixe esfriar em cima de uma grade (ou do escorredor de louça, mas daí o problema é seu). Prepare a forma novamente com papel manteiga (estou dizendo, vale a pena esse negócio de comprar um silpat que custa um milhão de reais e economizar cerca de 5 centavos com papel manteiga. Vão por mim. Tá, vale mesmo.). Enquanto alguém faz o trabalho super legal de untar a forma (quem mandou perguntar se precisava de ajuda? Era isso ou lavar a louça), posicione o cilindro de biscoito em uma tábua livre de cheiro de cebola e corte, com uma faca de pão bem afiada, fatias diagonais de 2cm.

Reacomode as fatias na assadeira e asse por mais 40 minutos, ou até que estejam douradas. Deixe esfriar e guarde em potes herméticos. Se você aguentar e não comer todos em uma tarde fria de inverno, saiba que eles duram por várias semanas quando bem armazenados (e, de preferência, escondidos).

Buon appetito!

OBS: Eu já havia publicado a última foto em um blog que eu colaborava, o Me Passa o Cardápio. Nesse caso, usei amêndoas laminadas – que não têm o mesmo apelo visual e sensorial das inteiras picadas em lindos e generosos pedaços.

5 Responses to Doces do Mundo: Biscotti

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current [email protected] *