• Bowl

    Adocica: Bowl crocante com mousse de chocolate branco

  • Slider 2

    ADOCICA: BROWNIE DE STIKADINHO NO POTE

  • Slider

    Doces do Mundo: Churros

  • Slider

    DOCES DO MUNDO: DONUTS

Eu sou completamente viciada no Netflix. Assisto em todos os momentos da vida e com os mais diversos objetivos, tais como: matar o tédio, aprender alguma coisa de útil, fazer alguma coisa inútil, ser feliz, ficar com fome, matar a fome, passar o tempo, dar muita risada, chorar, tomar cagaços, dormir no sofá (a-do-ro), comer pipoca ou alguma outra porcaria, entre outras coisas. Quando descobri os documentários gastronômicos, tive mais ótimos motivos pra sentar o popô no sofá, colocar os pés pra cima e passar horas entre vinhos, comida chinesa, chefs estrelados, fazendas e gulodices em geral.

Como a maior parte desses documentários eu já assisti faz tempo e a minha memória é bastante semelhante à de uma galinha velha, vou comentar apenas os meus preferidos. Agora vou ficando por aqui porque a minha lista está atulhada e né, prioridades (risadinha).

A Year in Burgundy

A Year in Champagne

Chef’s Table

Uma obra prima documental. Seis episódios dedicados a narrar a trajetória dos chefs Massimo Bottura, Dan Barber (meu preferido, que inclusive me influenciou a comprar o livro O Terceiro Prato, assinado pelo chef), Francis Mallmann, Niki Nakayama, Ben Shewry e Magnus Nilsson. Ah, e dia 27 desse mês estreia a nova temporada, que vai trazer o chef brasileiro Alex Atala como um dos personagens.

Fat, Sick and Nearly Dead 1 e 2

Me achei até meio ridícula de ter gostado desse documentário extremista. Admito que deu vontade de passar um mês tomando só suco pra ver se eu perco esses bacons da pancinha, mais aí eu lembrei que eu amo comer e desisti. Fim.

Fed Up

For Grace

Adorei esse documentário sobre a criação do restaurante Grace, do chef americano Curtis Duffy. A narrativa é uma mistura entre a biografia foda do chef-bad-boy-com-bom-coração e todos os detalhes da concepção do seu próprio restaurante. Vale a pena assistir.

Jiro Dreams of Sushi

Adorei a sobriedade do chef e a seriedade com que o sushi é encarado. Será que eu vou ter que ir até Tóquio, pagar US$300 dólares, sentar em uma das 10 cadeiras disponíveis pra finalmente gostar dessa iguaria japonesa?

Semisweet: Life in Chocolate

Somm: Into The Bottle

Apenas vejam (essa sou eu não sabendo dar um resumo).

The Birth of Saké

The Mind of a Chef

O meu preferido de todos. A primeira temporada é com o chef David Chang, dono do restaurante Momofuku e de uma inspiração comidística invejável. Estou agora na segunda, com o chef Sean Brock, que viaja entre os estados sulistas dos EUA e mostra que a cuisine deles não é só frango frito e uma gordurama sem fim. Adoro as visitas às fazendas e aos produtores, as comilanças ao ar livre, a forma sem frescura de fazer comida de verdade. Imperdível.

The Search for  General Tso

Créditos da ilustração de capa: Demi Sakelliou

Vocês também gostam de documentários desse gênero? Quais são os preferidos?

3 Responses to Comida na Tela: Documentários Gastronômicos no Netflix

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current [email protected] *